top of page
  • Foto do escritorEquipe Build

5 Passos Para Preparar Seu Marketplace para a Black Friday 2023

Falta exatamente um mês para chegar a Black Friday, a data que mais movimenta o e-commerce.




Black Friday 2023


Uma pesquisa da Méliuz sobre a expectativa de compra durante o período revelou que 95% dos entrevistados pretendem fazer compras na Black Friday 2023. Além disso, 32% pretende gastar R$1.000 ou mais em compras, número que é 62% maior que no ano passado.


A pesquisa mostrou que as categorias mais desejadas são: Eletrônicos & Informática, Eletrodomésticos & Eletroportáteis, Roupas, Calçados & Acessórios e Perfumaria.


Reiterada a importância da data, a BUILD recomenda 5 principais assuntos pra você deixar seu marketplace preparado para a principal data do comércio eletrônico brasileiro:


1) Ofertas


Defina junto aos sellers quais serão as ofertas mais agressivas. Para datas como a Black Friday é de suma importância ter produtos com descontos mais chamativos para atrair público para a sua loja. Pontos importantes para se atentar:


Preço: Escolhida as ofertas, garanta junto aos sellers que o preço que será praticado será realmente abaixo do que tem sido vendido. Os consumidores estão cada vez mais atentos e fazem muita pesquisa de preços antes e durante a ação, então para não ter problemas com a credibilidade da sua oferta garanta que o preço praticado será abaixo do mercado e do histórico praticado pela sua loja.


Estoque: garanta que os SKUs promocionados tenham uma cobertura de estoque interessante. Caso contrário, você corre o risco de frustrar seus consumidores, além de poder gastar dinheiro e tempo com comunicação com um produto que não estará mais disponível.


Exclusividade: se possível, negocie com o seu seller para ter exclusividade para essa oferta durante a Black Friday. Dessa forma, você garante que terá uma maior atratividade aos consumidores que buscam esse produto.


Comissionamento: reveja junto aos sellers que terão ofertas agressivas a tabela de comissão durante o período. Isso ajuda-o a ter um preço ainda mais competitivo e pode te ajudar na negociação da exclusividade da oferta.



2) Operação dos Sellers

O volume transacionado durante uma Black Friday é muito maior que períodos normais, então é de muito importante garantir que os sellers (lojistas) estarão prontos para lidar com o volume adicional de pedidos.


Marque reuniões de alinhamento, divida com eles o seu plano de geração de tráfego e garanta que eles estão com suas operações preparadas. Retail is Detail, então todos os detalhes e simulações precisam estar no seu radar e dos sellers.


Lembre-se sempre que, para o consumidor, toda a experiência se passa na sua plataforma e é a sua marca que pode se prejudicar, logo sua responsabilidade fica ainda maior.



3) Geração de Tráfego


Os consumidores ficam ávidos por ofertas nesse período e navegam por diversas lojas em busca do seu produto alvo. Essa disputa pela atenção do consumidor é ferrenha e é muito importante ter um plano de como gerar um tráfego relevante para sua Loja.


Tráfego Pago: dedique um orçamento à altura da ambição das suas vendas. Priorize os canais que você tem os melhores indicadores de rentabilidade (ROAS) e aproveite ao máximo dessa demanda garantindo que não falte budget para essas campanhas. Busque também por usuários que estejam em etapas intermediárias do funil de compra ampliando o leque de opções de campanhas. É importante lembrar que nesse período os custos de mídia costumam ficar inflacionado por conta dos leilões de tantas lojas buscando tráfego, fique atento à otimização da campanha em tempo real e analise oportunidades de captação do interesse em semanas anteriores como página dedicada para cadastro de clientes interessados em ofertas de Black Friday.


CRM: programe disparos para antes e durante a Black Friday para se comunicar com seus clientes. Eles são, potencialmente, os mais predispostos a querer comprar do seu marketplace. Se possível, envie ofertas segmentadas de acordo com o perfil de compra e interesse do consumidor.


Redes Sociais: não esqueça de preparar um calendário de postagens para que seus seguidores acompanhem e aproveitem também as ofertas do seu marketplace. Eles já conhecem a sua marca e tem grandes chances de conversão. Apesar de ser uma data bastante promocional, você tem oportunidade de reforçar outros benefícios como modalidades de entrega, parcelamento e meios de pagamento como benefícios.


4) Tempo de Carregamento e Estabilidade do Site


Durante a Black Friday é muito comum os sites enfrentarem picos de acessos, principalmente nas primeiras horas da sexta-feira. Você precisa estar preparado para essa alta demanda e garantir que os consumidores tenham uma boa experiência navegando no seu marketplace:


Reduza o Número de Plugins: Reduza temporariamente a quantidade de plugins no seu site, pois eles podem aumentar o tempo de carregamento. Elenque apenas os imprescindíveis para manter durante a data;


CDN (Content Delivery Network): Utilize uma solução de CDN para distribuir o conteúdo do seu site para servidores localizados em várias partes do mundo, o que diminuirá a latência e melhorará o tempo de carregamento.


Realize Stress Tests: Alinhe com a sua plataforma de e-commerce períodos de teste simulando grandes tráfegos simultaneamente para verificar se ela está preparada e com todas as contingências para o grande dia.


Utilize Técnicas de Carregamento Assíncrono: Carregue recursos de forma assíncrona sempre que possível. Isso permite que o conteúdo principal do site seja carregado mais rapidamente.


Use o Google Page Speed Insights para testar o tempo de carregamento do seu site e aprimorá-lo: https://pagespeed.web.dev/


Lembre-se que, atualmente, a maior parte dos acessos a um site de compras vêm de smartphones, então garanta que seu marketplace seja responsivo e que tenha um tempo de carregamento bom para esse tipo de device.


5) Atendimento ao Cliente


Com o aumento no volume de pedidos e acessos, é natural que seu SAC seja mais acionado, então prepare sua operação para lidar com esse adicional de demanda.


Garanta que o SAC funcionará na madrugada de quinta para sexta-feira, horário de pico de buscas por ofertas na Black Friday, e também prepare (e até aumente) a quantidade de pessoas interagindo com os consumidores nas redes sociais, já que é lá que muitas pessoas querem respostas de suas dúvidas.


Em momentos de pico de demanda, ter um nível de serviço diferenciado no seu SAC pode ser um grande diferencial na busca pelos consumidores.


É importante reforçar que as áreas de atendimento ao cliente e logística trabalharão nos pedidos gerados durante BF mesmo nos dias seguintes à ação promocional, então dimensione sua equipe de forma apropriada para atender os clientes e sellers nesta sazonalidade.


6) BÔNUS: Não se esqueça do Natal

Atingir as metas durante a BF (ou mesmo se ficar um pouco abaixo) não significa que o ano acabou: a temporada de sazonalidade continua forte nas semanas seguintes em função das festas de fim de ano.


Embora as caraterísticas promocionais não sejam mantidas pós Black Friday, é importante que seus estoques, produtos principais e comunicação estejam prontos para mudar rapidamente de uma campanha para a outra.


Para muitos segmentos, as 4 semanas contemplando Black Friday e dias anteriores ao Natal equivalem a mais de 3 meses fora destas sazonalidades. Garanta que seu marketplace esteja preparado para aproveitar todas as oportunidades.



E aí, tudo pronto para a sua Black Friday?


bottom of page